Os guardiões da lenda

Hits: 1

Recebi por Whatsapp ha poucos dias de um amigo, uma matéria interessante publicada no jornal O Globo – pelo jornalista Roberto Dutra.

cbs - Os guardiões da lenda
Encontro semanal de CBs e CBzeiros no RJ

Repasso para os amigos deste site, com a mensagem de observar atentamente o excelente exemplo dos apaixonados colecionadores cariocas e, mais e mais, tirar as nossas clássicas da garagem, reunir com os amigos, vivenciar o colecionismo, vestir aquele capacete antigo, a jaqueta dos anos 80 e ir pra praça, pro ponto de encontro, pros eventos, pras exposições, pro passeio de final de semana…  onde seja, mas por favor – não deixa-las guardadas escondidas!

Aos CBzeiros cariocas – meus parabéns!  excelente exemplo!  
A responsabilidade é grande! por favor, não deixem a lenda morrer!

materia%2Bcb - Os guardiões da lenda
clique na imagem para salvar ou ampliar

9 thoughts on “Os guardiões da lenda

  • poxa, guardadas as devidas proporções, eu e meus amigos Agraleiros estamos alguns passos atraz disso.rssss

    Resposta
  • poxa, guardadas as devidas proporções, eu e meus amigos Agraleiros estamos alguns passos atraz disso.rssss

    Resposta
  • poxa, guardadas as devidas proporções, eu e meus amigos Agraleiros estamos alguns passos atraz disso.rssss

    Resposta
  • E mais uma: minha CB não fica parada, uma voltinha só de vez em quando. Como trabalho com a pequena 150cc, as quarta-feira, chova ou não, saio para um rolê, e finais de semana é ela que roda, e faço minhas viagens, longas ou curtas. Parada? Nem pensar.

    Resposta
  • E mais uma: minha CB não fica parada, uma voltinha só de vez em quando. Como trabalho com a pequena 150cc, as quarta-feira, chova ou não, saio para um rolê, e finais de semana é ela que roda, e faço minhas viagens, longas ou curtas. Parada? Nem pensar.

    Resposta
  • E mais uma: minha CB não fica parada, uma voltinha só de vez em quando. Como trabalho com a pequena 150cc, as quarta-feira, chova ou não, saio para um rolê, e finais de semana é ela que roda, e faço minhas viagens, longas ou curtas. Parada? Nem pensar.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *